CATEDRAL

catedral-campanha
  • Em 21 de janeiro de 1787, foi benta a pedra fundamental pelo pároco Pe. Bernardo da Silva Lobo.
  • Foi construída pelos escravos e levou 35 anos para ser terminada.
  • O arquiteto Francisco de Lima de São João Del Rei supervisionou todos os trabalhos.
  • A igreja foi benta, com muitas festas, pelo Pe. José de Souza Lima, em 31 de março de 1822.
  • As torres foram construídas em 1871.
  • Medidas: Comprimento: 75m; largura: 25m; altura: 36m; nave central: 17m; espessura das paredes: 1m80. As paredes são de taipa.
  • Em 1900, foi reformada interiormente pelos jesuítas, para as festas de fim do século.
  • Em 19 de setembro de 1909, data da sagração episcopal de Monsenhor João de Almeida Ferrão, 1º bispo da Diocese da Campanha, a Matriz tornou-se Catedral.
  • Em 1925, Dom Ferrão reformou-a externamente modificando o “estilo” e deu um novo aspecto às fachadas e às torres.
  • Em 1937 e 38, Dom Inocêncio (2º bispo), manda cercar a catedral com uma grade de ferro.
  • Em 1948, Mons. João Rabello de Mesquita realizou a reforma interna, alterando a nave central, retirando alguns altares, revestindo o piso de mármore e construindo a cripta para sepultura dos bispos campanhenses.
  • Em 1964, Pe. José Hugo Goulart, sendo bispo Dom Othon Motta, elevou o ponto do telhado; preparou o local para o futuro salão paroquial.
  • De 22 de agosto de 1966 a 10 de outubro de 1967. Pe. Fuhad Lage realiza a reforma externa da catedral, reveste as torres com chapas de alumínio, constrói passeios e jardins ao redor da igreja.
  • Em 28 de abril de 1970, inauguração do salão paroquial e salas anexas para os diversos serviços comunitários.
  • Em 1974: inauguração do novo altar para o culto, pintura geral interna da igreja, restauração completa do forro, bancada nova de imbuia e novos genuflexórios para a capela.
  • Em 1979, novo telhado, reforma das escadarias das torres, do assoalho e do teto do coro da Catedral.
 

​ 

Sky Bet by bettingy.com