liturgia-diaria
branco1px
Fevereiro 2024
D S
1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29
branco1px
Sexta-feira 29 Dezembro 2023
  • 5º Dia na Oitava de Natal

    Leituras (próprias):

    1Jo 2,3-11

    Sl 95(96),1-2a.2b-3.5b-6 (R. 11a)

    Lc 2,22-35

    PRIMEIRA LEITURA

    Quem ama o seu irmão permanece na luz.

    Leitura da Primeira Carta de São João 2,3-11

     

    Caríssimos,

    3 para saber que conhecemos Jesus,
    vejamos se guardamos os seus mandamentos.

    4 Quem diz: "Eu conheço a Deus",
    mas não guarda os seus mandamentos,
    é mentiroso, e a verdade não está nele.

    5 Naquele, porém, que guarda a sua palavra,
    o amor de Deus é plenamente realizado.
    O critério para saber se estamos com Jesus é este:

    6 quem diz que permanece nele,
    deve também proceder como ele procedeu.

    7 Caríssimos,
    não vos comunico um mandamento novo,
    mas um mandamento antigo,
    que recebestes desde o início;
    este mandamento antigo é a palavra que ouvistes.

    8 No entanto, o que vos escrevo é um mandamento novo
    - que é verdadeiro nele e em vós -,
    pois que as trevas passam
    e já brilha a luz verdadeira.

    9 Aquele que diz estar na luz,
    mas odeia o seu irmão,
    ainda está nas trevas.

    10 O que ama o seu irmão permanece na luz
    e não corre perigo de tropeçar.

    11 Mas o que odeia o seu irmão está nas trevas,
    caminha nas trevas,
    e não sabe aonde vai,
    porque as trevas ofuscaram os seus olhos.
    Palavra do Senhor.

     

    Salmo responsorial
    Sl 95(96),1-2a.2b-3.5b-6 (R. 11a)

    R. O céu se rejubile e exulte a terra!

    1 Cantai ao Senhor Deus um canto novo, †
    cantai ao Senhor Deus, ó terra inteira! *

    2aCantai e bendizei seu santo nome! R.

     

    bDia após dia anunciai sua salvação, †

    3 manifestai a sua glória entre as nações, *
    e entre os povos do universo seus prodígios! R.

     

    5b Foi o Senhor e nosso Deus quem fez os céus: †

    6 diante dele vão a glória e a majestade, *
    e o seu templo, que beleza e esplendor! R.


    Aclamação ao Evangelho
    Lc 2,32

    R. Aleluia, Aleluia, Aleluia.
    V. Sois a luz que brilhará para os gentios 

        e para a glória de Israel, o vosso povo.

    EVANGELHO

    Luz para iluminar as nações.

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 2,22-35

    22 Quando se completaram os dias
    para a purificação da mãe e do filho,
    conforme a Lei de Moisés,
    Maria e José levaram Jesus a Jerusalém,
    a fim de apresentá-lo ao Senhor.

    23 Conforme está escrito na Lei do Senhor:
    "Todo primogênito do sexo masculino
    deve ser consagrado ao Senhor".

    24 Foram também oferecer o sacrifício
    - um par de rolas ou dois pombinhos -
    como está ordenado na Lei do Senhor.

    25 Em Jerusalém, havia um homem chamado Simeão,
    o qual era justo e piedoso,
    e esperava a consolação do povo de Israel.
    O Espírito Santo estava com ele

    26 e lhe havia anunciado que não morreria
    antes de ver o Messias que vem do Senhor.

    27 Movido pelo Espírito, Simeão veio ao Templo.
    Quando os pais trouxeram o menino Jesus
    para cumprir o que a Lei ordenava,

    28 Simeão tomou o menino nos braços
    e bendisse a Deus:

    29 "Agora, Senhor, conforme a tua promessa,
    podes deixar teu servo partir em paz;

    30 porque meus olhos viram a tua salvação,

    31 que preparaste diante de todos os povos:

    32 luz para iluminar as nações
    e glória do teu povo Israel".

    33 O pai e a mãe de Jesus estavam admirados
    com o que diziam a respeito dele.

    34 Simeão os abençoou e disse a Maria, a mãe de Jesus:
    "Este menino vai ser causa
    tanto de queda como de reerguimento
    para muitos em Israel.
    Ele será um sinal de contradição.

    35 Assim serão revelados os pensamentos de muitos corações.
    Quanto a ti, uma espada te traspassará a alma".
    Palavra da Salvação.

    Conferência Nacional dos Bispos do Brasil
    © Todos os direitos reservados.

     

    Luz para iluminar as nações

    Aquele que é a Luz da humanidade é apresentado no Templo. É consagrado ao Pai. Quanta humildade de seus pais. São cumpridores da lei, são fiéis. Que gesto lindo!

    Entregam Aquele que é o Deus encarnado, o Emanuel, O Menino-Deus, sinal da salvação prometida e sinal de contradição. E são presenteados com a profecia de Simeão, homem cheio do Espírito Santo: O Menino-Deus não seria aceito, sua Mãe iria sofrer muito e Ele seria sinal de queda e de reerguimento para muitos.

    Que esta liturgia de hoje, possa nos ensinar a sermos fiéis a Deus e a sua Lei que é Luz e que nem sempre irá agradar a todos. E, os que optarem pelos mandamentos do Senhor, terão muitos obstáculos e sofrimentos, como a Família de Nazaré.

    Que o Menino-Deus nos ajude em nossa caminhada de discípulos e discípulas do Senhor, fazendo com que nos tornemos homens e mulheres cheios do Espírito Santo.

    Amém.

    Diác. Ernani Ferreira Prado

    Paróquia São Gonçalo de Amarante – São Gonçalo do Sapucaí

Sky Bet by bettingy.com