Dom Othon Motta (3° Bispo Diocesano 1960 a 1985)

        O 3º Bispo Diocesano da Campanha foi o carioca Dom Othon Motta. No seu Brasão a versete latina “In vínculis caritatis” – “nos vínculos da caridade”(Oséias 11,04).

        Nasceu S. Excia. No Rio de Janeiro a 12-05-1913. Fez seus estudos eclesiásticos nos Seminários do rio de Janeiro e de São Paulo, completando-os em 1935. No dia 12-01-1936 foi ordenado presbítero e escolhido para Professor de diversas disciplinas no Seminário de São José, no Rio Comprido. Foi igualmente, por muitos anos, Diretor Espiritual no Seminário.

        Foi agraciado com o título de Cônego do Venerável Cabido da Rio de Janeiro e, depois, preconizado Bispo de Uzita e Coadjutor de Dom José Justino de Santana, Bispo de Juiz de Fora. Logo depois, foi sagrado Bispo a 24-05-1953 e até 1957 e trabalhou no Bispado de Juiz de Fora. A seguir, foi nomeado Bispo Auxiliar de Dom Jaime Câmara, no Rio de Janeiro. Mais tarde, a 30-05-1959 foi designado Bispo Coadjutor, com direito à sucessão, de Dom Inocêncio, em Campanha.

        Em sua apresentação ao clero e aos fiéis, assim se externou Dom Inocêncio: “Escolha feliz, indicação abençoada... De coração em festa... a Diocese recebe. Competente, modesto e afável, professor emérito, diretor espiritual piedoso, compreensível, acessível, amigo de todos”. Realmente, Dom Othon foi tudo isso e mais ainda, no que se revelou verdadeiro discípulo de Cristo. Por algumas vezes visitou pastoralmente todo o Bispado e plantou nos corações o santo temor de Deus e a caridade evangélica ao próximo, bem como a devoção a Nossa Senhora.

        Entretanto, a doença de Parkinson progredia e lhe minava o organismo. Durante muitos anos, Deus lhe mandou dois intrépidos cireneus: Dom Antônio Afonso de Miranda e Dom José D’Angelo Neto. O 1º, seu Administrador Apostólico desta Diocese desde 06-10-1976 até 1981, quando foi nomeado Bispo Diocesano de Taubaté; o 2º de 1982 a 1984, também Administrador Apostólico da Diocese e Arcebispo Metropolitano de Pouso Alegre.

        Na idade de 72 anos, depois de muitas provas de resignação e de paciência, faleceu piedosamente a 04-01-1985 e foi sepultado na cripta da Catedral.
 
 
 
 

​ 

Sky Bet by bettingy.com